Uncategorized

O que te passa, Mago?

Por: Leandro Massoni

 

Valdívia vive um futuro de incertezas no Palmeiras

Valdívia vive um futuro de incertezas no Palmeiras

Não entendo, é sempre a mesma ladainha. Um grande jogo e quatro de fora por inúmeras contusões que já nos fazem perder as contas. Uma esperança à torcida alviverde que já não canta e nem vibra com o mesmo entusiasmo. Um início de um novo momento, mas ainda cercado por incertezas.

Sejamos francos, Jorgito Valdívia não vem sendo o mesmo há muito tempo. O brilho ofuscado e o semblante melancólico de um jogador que tinha e ainda tem tudo para mostrar porque retornou ao Brasil e escolheu o time que o consagrou na carreira.

O que será que te pega, Valdívia? Não o reconhecemos desta forma. Você que já cansou de driblar e fazer firulas em cima de inúmeros marcadores, hoje parece se encontrar apático e sem vontade para trazer novamente a alegria aos corações palestrinos.

Quando viestes a vestir a camisa pela primeira vez, em 2006, se mostrou discreto, mas confiante em um dia dar a volta por cima e se consagrar no time. Não demorou, veio a chance e você brilhou. Devolveu-nos o ar da felicidade e o fôlego para gritarmos “É campeão” do Campeonato Paulista de 2008depois de anos inglórios. Era a chance que a equipe tinha a voltar a figurar entre as grandes forças do país.

Quando chegou a hora de partir, no mesmo ano, foi uma grande tristeza e comoção entre os palmeirenses. O grande Mago terminava assim a sua primeira passagem em solo brasileiro, rumando para o milionário Al Ain, dos Emirados Árabes Unidos.  Ganhou dinheiro e estabilidade. Mas a saudade da terra natal, mais propriamente, nosso vizinho, o Chile, apertava Jorgito, que resolvera promover sua volta à Sociedade Esportiva Palmeiras em 2010.

Mas nada daquilo que pensávamos na época, de ver atuações divinas, próximas até do “Divino” Ademir da Guia, não se realizaram. Jorgito anda como se estivesse perdido e confuso. Não sabe se quer ou não fazer novas grandes histórias com a camisa alviverde. Sem eira e nem beira, está jogado na vida e à espera de um milagre que o faça reviver toda a magia que um dia o consagrou.

Boatos, brigas, discussões e até mesmo um sequestro relâmpago marcaram a segunda passagem de Valdívia à equipe de Palestra Itália. O que será que ainda podemos esperar de ti, Jorgito? A esperança que era verde se tornou amarela, que ainda pode vir a se transformar vermelha, ou quem sabe, incolor. Será que consegues tirar uma nova jogada de efeito com tanta facilidade quanto um mágico que tira um coelho da cartola? Não cremos, mas esperamos um dia vê-lo ainda disposto a ajudar este gigante clube a retornar à primeira divisão do futebol brasileiro.

E uma pergunta que não se cala das bocas de palmeirenses e rivais: O que te passa ao certo, “Mago”?  O que pensa ao ver milhares de torcedores que já foram seus admiradores no passado, e muito que ainda resistem a ser no presente, sofrendo com esta grande derrota do time no cenário nacional? O que pensas em fazer? Fugir e se aprisionar em uma ilha de ilusões ou voltar ao batente e começar uma nova vida com a camisa alviverde demonstrando a força que ainda tem?  É o que todos nós esperamos de um grande jogador que não foge da própria luta e honra seu trabalho nas quatro linhas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s